ESPAÇO CRIAÇÃO
Márcio Barcelos

Não havemos sem criação. Esqueçamos claro a nossa própria, óbvia, que nos pôs aqui, e de quem antes de nós houve e nos deu lugar. Falo da criação por nós - por nós, porque a fazemos, e por nós, porque nos é fundamental. Temo-la todos. Criou Duchamp mas cria também a criança que brinca; e não deixa de ser criativa a mãe que lhe oferece uma nova estória todas as noites. Precisamos de criar e assim é desde que nos conhecemos como civilização. Ou se preferir, a civilização que somos nasceu porque num momento do passado começámos a criar. E libertámo-nos.

Penso que é seguro dizer que é esse acto criativo o responsável pela transformação que a sociedade sofreu desde cedo. Cada degrau não é mais que uma nova ideia, abordagem, modo de olhar o mundo. Foi pela criação que crescemos e é por ela que crescemos ainda, indefinidamente. É hoje recorrente a armadura da criação para nos distanciar das máquinas (por nós criadas). "Sim, impressionam, mas nunca serão humanas; não sentem, não criam". E agarramo-nos com todas as forças a essa tábua, flutuante, exclusiva, mas cada vez mais pequena.

Pela criação nos libertámos, crescemos, e dela não nos queremos soltar.

Este canto do PROJECTO10 está reservado à intervenção prática, tendencialmente artística. Aqui faz-se ou mostra o que se fez, não se fala sobre. Tudo. Por extenso, prosa, poesia, fotografia, crónica, ilustração, vídeo, música, som, desenho, pintura, animação, novos media, velhos media, tudo o que pode caber numa gaveta com a etiqueta Espaço Criação.

Pretendemos que a diversidade more neste espaço. Especialmente de media, mas também de perspectivas e referências; Se as há tantas, e pautando o PROJECTO10 pela amplitude e liberdade de conteúdos, só faz sentido que aqui almejemos também cobrir o máximo possível do que nos oferece o largo mundo criativo, sempre que o possamos fazer dentro das naturais limitações do meio onde nos movemos.

É nessa amplitude que se enquadram também os convidados do Espaço Criação. Pela pertinência do trabalho em relação ao tema de capa, ou simplesmente pela qualidade e o nosso desejo de poder ter a honra da sua participação, teremos autores de naturezas diversas, diversos métodos também, com maior ou menor notoriedade. Porque se todos criamos, alguns há que foram distinguidos por isso e outros que queremos nós distinguir.

Bem-vindos.

 

 

Share |


© PROJECTO10 - 2010 . PROJECTO10 - Revista Digital Temática - 10 Números 10 Temas.